Carrion Crown

Capítulo 2 - O Dia dos Ossos

Ano: 4705
Local: Uma casa abandonada em Ardeal

Adrius e Kadija chegam juntos a uma pequena casa no interior do condado de Ardeal, que é cercada de rumores envolvendo assombrações. O pai diz que Kadija deve manter-se atenta para qualquer movimentação. Eles andam em volta e percebem que a casa tem uma única entrada, e resolvem investigar.

Os dois entram na casa e começam a andar pelo lugar. Pendurado na parede, um quadro de uma mulher de vestido olhando um pouco aflita. Seguindo o olhar da mulher, Kadija percebe uma linha muito fina, que ativa uma armadilha de lâmina.

Pai e filha exploram a casa. E encontram indícios de que a mulher teve os seus filhos levados dali, através dos objetos encontrados no lugar e das visões que teve. Ao recuperar o quadro com a imagem das crianças e colocá-los próximos ao da mãe, a imagem da mulher pareceu tranquilizar-se.

Quando estavam prestes a sair, Kadija notou uns barulhos vindos da parte de baixo da casa. Ela levantou o alçapão e descobriu um gnomo escondido. Adrius revelou então o nome do ilusionista, Garlic, e que toda a exploração foi um tipo de preparação para situações reais envolvendo mortos-vivos. A garota ficou chateada na ocasião, mas tomou no gnomo um amigo pessoal depois.

03 de Pharast – 4711
Local: Ravengro

Darius e Kadija vão descansar após uma conversa sobre o próximo mês. No dia seguinte, todos vão à feira, onde compram alguns mantimentos e bebidas.

À noite, depois do jantar, os presentes na casa de Kendra abriram o baú de livros mencionado no testamento. Um diário, com a nota “Me leia agora”, foi aberto e lido por Darius.

Lorrimor_Journal.jpg

Após a leitura, Kendra explicou a história da prisão de Harrowstone, que abrigara os piores criminosos de Ustalav. O presídio sofreu um incêndio, na ocasião de um motim, que tirou a vida de todos ali. Os personagens concluíram que o professor Petrus estava investigando os objetivos do Caminho Sussurrante.

Darius compartilhou o que conhecia sobre a ordem, explicitando os objetivos necromânticos do grupo, e lembrou o mais ilustre membro da ordem, o Tirano Sussurrante. Yoric, Darius e Kadija concordaram que o professor desejava que seu trabalho fosse continuado, e que os interesses do Caminho em Ravengro fossem revelados.

Kendra, abalada, acrescentou que aqueles que se mostrassem ameaças para a ordem eram mortos de forma a terem a boca mutilada, impossibilitando o uso de magias de comunicação com os mortos. Como aconteceu com seu pai, que foi encontrado morto com o crânio esmagado por uma gárgula.

O grupo resolveu então buscar junto à igreja de Pharasma os registros dos mortos no incêndio do presídio, bem como analisar os arquivos da prefeitura e buscar informações na escola Pergaminho Desenrolado. Na mesma noite, os personagens analisaram os livros do baú, e viram que o professor guardava livros sobre Urgathoa e Zon Kuthon.

04 de Pharast – 4711 (Starday)
Local: Ravengro

Após uma noite mal dormida, os personagens seguem com os planos traçados. Yoric e Kadija seguem para a igreja, e no caminho, encontram um grupo de crianças que brincavam com cantigas qeu faziam referência às práticas de alguns prisioneiros de Harrowstone. Na ocasião, ele conhecem Carmen, uma das meninas do grupo. Na igreja, Kadija e Yoric chegam ao padre Grimburrow, falando de suas práticas anteriores da igreja de Pharasma e se oferecendo para ajudarem nos preparativos para o Dia dos Ossos. O sacerdote comprou o blefe, e pediu que os personagens fizessem a cópia do pergaminho usado na celebração, dando assim acesso aos nomes dos mortos no incêndio.

Kendra e Darius seguem para a prefeitura, onde ela usa uma magia para copiar os arquivos do lugar. De lá, eles seguiram para o Pergaminho Desenrolado onde conseguiram algumas informações, como os nomes pelos quais eram conhecidos os cinco prisioneiros mais infames: o Professor Ensanguentado, o Lenhador, o Flautista de Illmarsh, o Vigário Falsário e Esmaga Crânio (ou viúvo de Mosswater).

À noite, Kadija e Yoric vão para o Demôno Sorridente, onde conhecem e conselheiro Gharen Muricar. O trio conversa um pouco, mas logo o conselheiro se retira. Um incidente na taverna então explode: a carta “A Revolta”, durante um jogo de cartas, entrou em aparente combustão espontânea. Desconfiada, Kadija levou a carta para mostrar aos outros.

Darius e Kendra conversavam quando Kadija e Yoric chegam, e a espadachim relata o ocorrido. Yoric acrescenta que teve a impressão de ter ouvido vozes, gritando e pedindo para escapar. Os personagens teorizaram que poderia tratar-se de uma assombração, uma manifestação psíquica causada por algum acontecimento marcante – no caso, o incêndio de Harrowstone. Os personagens resolvem montar guarda, para evitarem surpresas desagradáveis à noite. Kadija pegou o primeiro turno.

No meio da noite, Kadija sentiu um forte cheiro de queimado, e percebeu ter se originado no quarto de Yoric. ela vai até o quarto, onde ele acorda aos berros, revelando garras e chifres. Yoric explica que é um tiefling, e com os ânimos acalmados, conversam um pouco.

05 de Pharast – 4711
Local: Ravengro

<…>

Comments

Italo

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.