Carrion Crown

Capítulo 6 - Prison Break

12 de Pharast – 4711
Local: Harrowstone

Darius, Kadija, Kendra e Yoric finalmente chegam a Harrowstone. As muralhas desgastadas pelo tempo e cobertas por vinhas os recebem de modo pouco auspicioso. Cientes do perigo do lugar, eles decidem fazer um reconhecimento ao redor da estrutura antes de rumarem ao seu interior.

Com as habilidades sobrenaturais de Kadija, descobrem a existência de mortos-vivos menores no fundo da lagoa que invade a prisão. Usando uma flecha iluminada magicamente, o grupo atrai as criaturas que revelam-se esqueletos e são facilmente derrotados. No entanto, antes de serem destruídos, eles rompem em chamas e explodem. Atentos para novas ameaças, os exploradores seguem.

O grupo decide não entrar no terreno da prisão pelo portão principal e sim escalar a muralha. Após algum tempo eles conseguem fazer a escalada e rumam para uma das torres de vigia. No caminho, Kadija tem uma estranha sensação de claustrofobia e calor emanando da prisão. Ao chegarem ao que restou da torre, o grupo encontra um grupo de ratos doentes e morcegos, que fizeram da estrutura o seu lar. Olhando do alto da torre, Kadija e Darius observam o que sobrou de Harrowstone, incluindo a estrutura principal da prisão e uma casa em ruínas.

Usando de subterfúgio, os aventureiros rumam até a casa, que parece estar literalmente caindo aos pedaços. Darius e sua irmã entraram no local para investigar enquanto os demais ficaram de vigia. A expedição, no entanto, não durou muito, já que quaisquer objetos de interesse já haviam sido levados e parte do teto começou a desabar. Felizmente os irmãos Drakov saíram sem ferimentos graves.

Após a explorar a casa em ruínas, os aventureiros decidem verificar um terraço no lado oeste da estrutura. O lugar revelou-se o palco das execuções na prisão, com uma estrutura de pedra no centro manchada de sangue e bancos de pedra ao redor. Ao entrar no lugar, Darius teve uma visão de um dos internos prestes a ser executado e prometendo vingança ao seu executor. Logo depois, a mesma foice que tirou centenas de vidas em Harrowstone apareceu flutuando no pátio com mãos esqueléticas segurando sua haste.

O que quer que animasse a foice, parecia obstinado a tirar a vida de Darius. O grupo avançou para impedi-la, mas armas provaram-se ineficazes nesse combate. Foi aí que o alquimista decidiu usar água benta para neutralizar as energias necromânticas sob efeito na foice – o que se demonstrou bastante efetivo. Junto com as magias de Kendra e mais um frasco de água benta lançado por Kadija, a criatura foi derrotada.

Depois do combate, o grupo notou uma porta de metal que levaria ao interior da estrutura. Mas ela estava muito bem fechada e mesmo o esforço conjunto de Darius e Yoric não foi capaz de abri-la.

Os aventureiros escolhem explorar a área em busca de uma entrada alternativa para a prisão em si. Ao se deparar com um trecho de muro parcialmente destruído, Darius decide escalar para descobrir o que tem do outro lado. O alquimista encontra um imenso forno e um pátio parcialmente destruído; após alguns instantes no local as brasas começam a acender e um jato de chamas é lançado na direção do jovem Drakov – que consegue no último instante evitar o fogo. Yoric e Kadija chegam depois, mas não sabem como lidar com a ameaça. A dhampir tem uma visão de um dos internos sendo lançado no forno e quando o tiefling tenta tirar as brasas do lugar ela vê um crânio soterrado. Kadija, então, pega a pá e lança o crânio na direção de Darius, que o chuta direto para o lago.

Após recuperar-se do encontro com o forno assombrado, os aventureiros entraram na enfermaria da prisão através de uma porta destrancada. Lá encontraram leitos e instrumentos de medicina, mas antes que pudessem explorar melhor o lugar vários objetos foram lançados na direção de Darius. Sem saber a natureza da ameaça, Kadija ajusta os seus sentidos para perceber a presença de mortos-vivos. Enquanto a dhampir mantem a concentração, criatura revela-se um poltergeist e aparece por alguns segundos, afungentando os demais aventureiros com sua presença aterradora. Incapaz de lutar e enxergar o adversário ao mesmo tempo, Kadija torna-se os olhos de seus companheiros e direciona os seus ataques. Um tiro certeiro de Yoric com uma flecha abençoada afeta gravemente a criatura, que é logo depois destruída pela água benta derramada por Darius.

Concentrando-se em sua habilidade, a dhampir tenta sentir que outras presenças mortas-vivas rondam o lugar. Sente algumas auras fracas e uma moderada no mesmo nível que estão, algumas auras fracas e duas moderadas no andar superior e uma aura forte e outras mais fracas no nível inferior.

Antes de adentrarem mais a fundo na prisão, os aventureiros retornam e examinam a ala leste da prisão, margeando o lago. Nesse lugar acham indícios de que o incêndio em Harrowstone começou numa estrutura de madeira, possivelmente um elevador de carga que dava para o nível inferior do lugar.

Em seguida, os exploradores chegam ao que deveria ser um auditório e encontram um dos seus antigos internos que lhes apresenta outros dois internos. O que parece ser o líder deles concorda em dar-lhes informações sobre o lugar em troca de uma pá para cavar um túnel e fugir. Quando Yoric traz a ferramenta, ele os informa sobre o plano do Professor Ensanguentado e como tudo deu errado e que o Diretor estava por perto, impedindo-os de fugir até pouco tempo atrás.

Após completar a barganha, os dois fantasmas fogem, mas o primeiro hesita dizendo que é inocente e que não poderia retornar a sua família. No entanto, Darius consegue convencê-lo de que ele não vai conseguir provar sua inocência nesse lugar e a criatura alcança o seu descanso.

Comments

Italo

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.